17 comentários:
De Helena Paixão a 13 de Setembro de 2009 às 16:12
Das tuas mãos nascem sempre quer poemas, que histórias carregados de sentimento e emoção. Para quando um novo post?

Beijinhos e continuação de um bom Domingo :-)


De Fernanda Paredes a 21 de Julho de 2009 às 19:42
Que poema maravilhoso!! Eu tiro o meu chapéu a essa carga de sensibilidade, adoro! Como sinto a  saudade a rondar a sua escrita  lembrei-me do meu Eugénio de Andrade e a si dedico este belo poema.
 
Devias estar aqui rente aos meus lábios
para dividir contigo esta amargura
dos meus dias partidos um a um
 
-Eu vi a terra limpa no teu rosto,
 Só no teu rosto e nunca em mais nenhum.
 
 
Eu peço desculpa por não pedir autorização para usar uma parte do seu trabalho do Minho! Quando li o do Ricardo, lembrei-me logo do seu...já vi que não se incomodou! Beijos


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:40
Acertaste em cheio no meu Poeta! Eugénio de Andrade é e será sempre alguém muito especial para mim, por tudo!

Obrigada por me teres "mostrado" aquele blog.
Aquele senhor escreve lindamente.

Mil beijos para ti, Fernandinha e continua com aqueles teus milhões de olhares bonitos, sempre.


De Fernanda Paredes a 21 de Julho de 2009 às 22:51
Deixa que te diga mas o João Ricardo não é senhor, é da idade da minha filha, 30 verdes anos!:)) Um rapaz novo mas especial e muito inteligente. Vais gostar de o ler. Beijos


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 23:38
Upssss!!!! Fernandinha, eu pensei, pelo comentário que ele pôs, acho que foi uma resposta, que era mais velho.
Ele não se zangará por certo :)). Digo-te, foi uma agradável surpresa encontrar teres-me mostrado aquele blog. Achas mesmo que eu iria aborrecer-me por teres lá posto um texto meu? Foi óptimo porque foi a forma de eu conhecer um espaço onde se cuida tão bem a palavra.
Já agora fica a sugestão dum outro blog, está aqui ao lado, nos links: Estrada de Santiago. Vai espreitar e diz-me o que achaste. Diferente, muito diferente dos Dias Desiguais mas, se gostas dum toque de surrealismo, vais adorar aquele espaço.
E agora vou ver se tens fotos novas :)))


De Adrian LaRoque a 18 de Julho de 2009 às 04:30
Belo, poema e foto.


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:48
Obrigada, Adrian. Também achei aquela foto lindíssima. Esta fotógrafa tal como a Joana Petcu são óptimas!
Há ali naquele site gente que fotografa muito bem!

Gostei de ver as tuas fotos dos navios.
Um abraço do lado de cá do oceano.


De vasco a 18 de Julho de 2009 às 01:32
adoro o teu blog, as tuas ;musiquinhas: eu se qui vou-ti amar, é lindo, poxa adoro...


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:44
Essa música envolve o soneto, talvez dos sonetos mais belos de Vinicius de Moraes. De uma sensibilidade enorme!
Obrigada pela visita.


De Carla a 16 de Julho de 2009 às 16:27
entre os olhos e a mãos...um rio de sensações que as tuas palavras me proporcionam sempre
beijo doce amiga


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:50
Ainda não te respondi, Carla. Vou querer ter o teu livro, sim. Depois, por email, dizes-me como posso adquiri-lo.
Beijo e mais uma vez parabéns pela concretização do teu sonho.


De Fatyly a 14 de Julho de 2009 às 18:09
Áiiiiii como foi tão bom reler esta pérola, tu realmente és de uma ternura sem fim!

Beijocas muitas


De Cris a 14 de Julho de 2009 às 22:08
Não sou não, Fatyly.
Perdoa, não estou bem. Depois falo contigo.
Que td esteja bem ctg, convosco.


De Paulo Mello a 14 de Julho de 2009 às 13:40
Os olhos choraram enchendo o rio... e as mãos que tentam segurar as lágrimas se perdem em inúteis gestos...

Como sempre, Amiga, uma bela página onde fazes transbordar as coisas do coração de forma tão bela.

Acabo de enviar um E-mail.

Cumprimentos no abraço fraterno,
PMello


De Cris a 14 de Julho de 2009 às 23:36
Vou ler e mal possa, Paulo, responder-te-ei.
Abraço


De Nuno de Sousa a 13 de Julho de 2009 às 15:20
Bem minha boa amiga CRIS... é sempre bom vir aqui e ver estas maravilhas que fazes... bela a tua escrita e como sabe bem aqui permanecer... hoje tenho o teu blog ligado à cerca de umas 3 a 4h só agora consegui escrever algo... trabalho a mais tempo a menos mas olha aproveito para estar aqui :-)
Bjs enormes em ti minha boa amiga,
Nuno


De Cris a 14 de Julho de 2009 às 23:38
Obrigada, Nuno.
Ainda bem que gostaste de estar por aqui. Não sei, mas, talvez páre uns tempos. Vamos ver.
Beijo para ti e para a tua Paixão


Comentar post