11 comentários:
De Adrian LaRoque a 27 de Outubro de 2009 às 15:04
Adorei o poema, mas fico curioso as entradas no blog pararam, falta de tempo?


De JoãoGouveia a 13 de Agosto de 2009 às 07:14
Parabéns pelo teu espaço que tem tudo para ser mais interessante e melhor.


De paranoias a 11 de Agosto de 2009 às 22:57
Como sempre música linda e uma escrita que convida a sonhar...
Bjos grandes priminha


De Adrian LaRoque a 9 de Agosto de 2009 às 05:17
Excelente!


De Fatyly a 6 de Agosto de 2009 às 08:55

Ora bem...afinal o FIM desapareceu  
Força e uma grande beijoca


De Fatyly a 5 de Agosto de 2009 às 21:33

Como não deixaste aberta a caixa dos comentários vim aqui deixar-te um grande abraço e dispõe sempre quando precisares.

Chegou ao fim o blogue mas a vida continua e acharás que tudo na vida faz sentido, demora a percebermos, mas tem sim.

Um abraço enorme como uma mãe sabe dar...e beijos muitos!



PS: se o abrires avisa


De Helena Paixão a 23 de Julho de 2009 às 22:41

Olá! :-)

Tens um mimito meu em http://premios-estoriasbicharada.blogspot.com/



De Paulo Mello a 22 de Julho de 2009 às 13:26

Importa o resto? Claro que não, Cris! Importa que continuem a compartilhar silêncios ilimitados... há tanto ainda para ser trocado...


 


Um belo e grandioso poema onde tudo é dito de forma a mostrar que ainda falta um “infinito imenso” a ser percorrido.


 


Um belo dia para ti, Amiga, preenchido com momentos de ALEGRIA e PAZ.


 


Um abraço fraterno do amigo,


PMello



De Cris a 22 de Julho de 2009 às 20:05
Dentro de mim, sim. Fora? Sei que não. Por isso passeio pelo imaginário, essa quimera sem limite.
Obrigada, Paulo.
Abraço e tudo de bom para ti


De Fatyly a 22 de Julho de 2009 às 08:21


Fundamental saber o que amamos tanto

com as mãos do imaginário,

com os olhos rasos de mil pedaços,

...............................

 

O "Infinito" algo sempre "inimaginável para que nos dissipemos" no turbilhão de sentimentos de quem "ama" sem limites.

 

Um magnífico poema, lido calmamente e ao som da chuva que caí.

 

ADOREIIIIII!

 

Beijocas e um BOM DIA!


De Cris a 22 de Julho de 2009 às 20:08
Chove, choro...chovo...
Um beijo, Mãezona.
Que o pimpolho venha e que tenha toda a Felicidade que merece. Nada melhor do que um neto, um filho, Amiga para encher a Alma!


Comentar post