Sábado, 5 de Dezembro de 2009

 

 

Fotografia de ©Ana Rita Pinto

 

Tinha mãos pequenas, mil berlindes. Tinha uma vontade grande de os lançar para fazer uma história com um final feliz.

Um dos seus encantos? Brincar ao faz de conta no pátio do imaginário até que a chamassem.

Então crescia e guardava-o no bolso do bibe que sabia que vestiria, logo mais, quando voltasse a ter mãos pequenas, mil berlindes e uma vontade grande de fazer uma outra história…

 

Fotografia de ©Ana Rita Pinto

 

Permanece muda, distante, tentando apanhar os fragmentos das nascentes de todos os rios. Perene, vagueia, e, por mais que procure, não é o chão da verdade que encontra.

Tudo é agora efémero, menos o nada que lhe consome os passos porque há frases que doem, momentos que não deveriam existir e a certeza de que não mais terá mãos pequeninas.

 

 

 



publicado por Cris às 20:19 | link do post | comentar | favorito

30 comentários:
De batista a 11 de Julho de 2010 às 12:57

saudade, Cris. muita!


De mariana gouveia a 28 de Junho de 2010 às 09:59
Cheguei encantada.Com olhos de ver e de sentir.Me debrunhei madrugada inteira(aqui há um fuso)via casinhas do Lugarejo,me vi entre elas.Sentada nos peitoris das janelas.Apenas espiando e descobrindo que o encanto ainda pode ser maior.
Me senti feliz aqui.Então é isso.O poeta está certo.A felicidade é feita de instantes onde você está.
Beijos


De Cris a 30 de Junho de 2010 às 10:48
um outro "Doce modo de olhar a vida", Mariana, pois que, de certa forma, contigo, com a tua forma de escrever, me identifico. meu beijo e bem vinda ao lugarejo.


De ahcravo a 28 de Abril de 2010 às 16:27

sentei-me na praça mais solarenga
do lugarejo
esperei que assomasses à janela
que mais flores

o chão era quente como todo
o lugarejo
não resisti ao apelo
das palavras

nas pedras da calçada
deixei-te-me

"dispo-me de palavras
para a ti chegar inteiro
limpo de imperfeições

amar-me-ás então
pelo que sou
e não pelo que me leste"

espero que venhas à janela
e parto cheio de sol


De Cris a 28 de Abril de 2010 às 19:54
Janela

Um cesto cheio
bem-me-queres
parapeito do abraço.


De Daniel Aladiah a 27 de Março de 2010 às 15:38

Querida Cris
Os berlindes e joaninhas de outrora, simbolizando o que também se perde agora...
Um beijo
Daniel


De allungamento pene a 22 de Março de 2010 às 15:46
que muita sorte encontrar uma joaninha! vai lhe trazer alegria, dinheiro e amor!


De Fatyly a 12 de Janeiro de 2010 às 12:27

Millllllllllllll Beijosssssssssss!


De Fatyly a 31 de Dezembro de 2009 às 09:36
Venho desejar-te(vos) umas boas entradas e que o novo ano 2010 te traga TUDO que pretendes, sobretudo paz, esperança e força de ir em frente.

Beijos mil para ti e todos os teus de quem nunca se esquece de ti


De Cris a 1 de Janeiro de 2010 às 20:20
Obrigada. Que seja de facto um ano calmo, com tudo de bom que todos nós merecemos, minha Amiga.
Mil beijos para ti, para todos os teus.
Tenho duas filhas que me apoiam, uma Mãe que é mais que demais, e os meus irmãos? Hummm, que coisa boa tê-los!

Nunca te esquecemos, tu sabes que não.


De batista a 30 de Dezembro de 2009 às 13:33
feliz Ano Novo, Cris!

uma beijoca saudosa.


De Cris a 1 de Janeiro de 2010 às 20:21
Um Feliz Ano Novo para ti também, Amigo e para todos os teus.
Beijo e um abraço amigo deste lado de cá do mar.


De mariz a 25 de Dezembro de 2009 às 05:36
Olá....
As joaninhas são sempre sinónimo de felicidade e alegria.
Quanto a mim perdi a vontade de andar na blogosfera, apenas vou colocando os posts....porém, fecho os comentários, logo após o de Ano Novo.
Deixo um presentinho para todos/as, mais do que um pensamento falado como lá refiro: velas, almofadas, mantas, bolo de mel, vinho velho e....conversando até ás tantas e <a href="http://postpbl18.blogspot.com"> ao som de....</a>
Com as Bençãos que a Divindade em mim, te entrega....
deixo os Maiores votos de Feliz Dia de Natal e que o Ano de 2010 seja deveras surpreendente.

Sempre...
Mariz


De mariz a 25 de Dezembro de 2009 às 05:38
Não consegui fazer a operação correcta.
Se quiseres, vai até esse endereço e lê.
Abraço
MAriz


De Cris a 1 de Janeiro de 2010 às 20:24
Esta Joaninha veio na mão da minha filha e esteve por casa a ser fotografada, super feliz :)
Obrigada por tudo, Amiga.
Não venho aqui tanto quanto vinha, mas, já fui ao teu espaço, sim.
Um beijo amigo e um 2010 pleno de tudo de bom, de Paz, de Serenidade.


De Batista a 25 de Dezembro de 2009 às 03:05

Cris, Feliz Natal! Tudo de bom pra ti e todos(as) que amas. Mesmo sem comentar, na maioria das vezes, nunca deixo de acompanhar tuas postagens, mas isso, não tenho dúvida, sabes desde sempre, certo? rss!!! Uma beijoca saudosa,
Batista


Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Outros Lugarejos



A-manh-ser
adesenhar
Ao Sabor do Vento

Branco e Preto II
By The Canon Viewfinder

Claras Em Castelo
Claras Manhãs
(A) Clareira
Codornizes
Chris

Da Condição Humana
Dias Desiguais
Doce Modo de Olhar a Vida

Entre Tempos Que Se Tecem
EREMITÉRIO
Estórias de Bicharocos e Bicharada
Estrada de Santiago
(O) espaço azul entre as nuvens
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia Vivendo em Coma

Golden Oldies

Humores

Ilha dos mutuns
(In)Perfeições
Intemporal
It’s going to be, hold it, legendary

(O) jardim e a casa

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Microargumentos
Migalhas
Ministério da Soltura

Na Linha das Linhas
noVI TÁ
Nuno de Sousa

Outros Olhares

Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Plan(o)Alto II
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
poetaeusou...
Poetizando a essência de mim

Reflexões Caseiras
(O)Repórter Alentejano
Revelações...Avulsas

Sal p!car te
Sidadania
Silêncios da Minha Alma

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Um olhar sobre...
Uma Nova Cubata

Velas ao Vento
(O) Vento Contra a Cara
Vida de Casado

Webclub
Words


Lugarejos que me encantam



Comércio e Tradição
Fotolog de Ana Rita Pinto

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds