Domingo, 26 de Outubro de 2008

 

 

Fotografia de © Mical Aloni
 
 
 

Penso-te,
Qual cascata de gotas,
Lágrimas emocionadas que te envolvem.
 
Enquanto os gestos se ajeitam
Ternamente,
Tal como quando se completavam
Ao desaguar naquela baía,
Aquela frase que me deste:
Adoro amar-te!”,
Meus dedos levam-me
A correr,
Célere,
Por cada pedaço de ti.
 
 

 



publicado por Cris às 15:29 | link do post | comentar | favorito

14 comentários:
De Serena a 1 de Novembro de 2008 às 16:37
Sempre conseguimos descobrir, quem queremos encontrar!... E eu encontrei! Obrigada pelas palavras, pelo tempo que me dispensaste.
"Lugarejo de Palavras" um lugar onde, verdadeiramente, elas vivem e se sentem. E eu gosto de vir a este lugar.


De Cris a 3 de Novembro de 2008 às 16:13
recíproco o que se sente quando se lêem os teus silêncios de alma.
sofridos, sentidos, vividos.
vou lá, sempre, sempre, Serena!


De batista a 30 de Outubro de 2008 às 10:09
Cris, passeando de alto a baixo, detendo-me num ou noutro verso que me tocou d'alguma forma mais especial que outro; curtindo a diagramação desse teu sítio, digo: M A R A V I L H O S O ! ! !
Uma beijoca fraterna.


De Cris a 30 de Outubro de 2008 às 20:00
Espero então que voltes, Amigo. És bem vindo, sempre!

Um abraço para quem sabe da arte de tratar tão bem a Língua Portuguesa.


De Nuno de Sousa a 29 de Outubro de 2008 às 19:42
Mais um belo momento Cris, e qdo existe amor :-), nada como nos deixarmos percorrer... Lindo momento e uma bela imagem. Bjs
Nuno


De Cris a 29 de Outubro de 2008 às 19:54
Obrigada, Nuno.
Quando existe Amor, ele deve ser tão sentido, tão sentido! Não se atinge a exaustão, nunca pois que é sempre tudo tão terno, percorrendo ou sendo percorrido...

Um beijo para ti e para a tua Paixão


De Claras Manhãs a 29 de Outubro de 2008 às 00:34
O que gostei deste post
Gostei tanto do "adoro amar-te"

beijinho


De Cris a 29 de Outubro de 2008 às 19:55
Tão simples, Minucha, mas, tão bela!
Uma baía de emoção, esta frase!

Beijitos


De Fatyly a 27 de Outubro de 2008 às 19:44
Terno tão terno...e aconchegante.

Parabéns poetisa e escritora:)

Uma beijoca desta tua fã


De Cris a 27 de Outubro de 2008 às 19:48
Gosto-te demais. Gosto que me leias porque sei que me "lês", mesmo, por inteiro!
Beijitos, Mãezona.

PS:
Obrigada pelo aviso de que a letra estava minúscula ;-)
Não me apercebi, quando pus o poema, de que não tinha alterado o tamanho da letra.



De Maurizio a 27 de Outubro de 2008 às 08:54
lindissimo post. Ótimo blog, foi muito bom vir aqui.
Tenha uma bela semana.
Maurizio


De Cris a 27 de Outubro de 2008 às 19:44
Obrigada, Maurizio. Já fui espreitar o teu blog. Belíssimas fotos, belissímos poemas! Muito bom, sensualíssimo, sem tocar o vulgar, gostei e, se não te importares, vou adicionar-te.
Votos de uma boa semana também para ti.


De LGB a 26 de Outubro de 2008 às 19:21
Belo texto, muito bem emoldurado!

Beijinho


De Cris a 27 de Outubro de 2008 às 19:42
Esta fotógrafa tem trabalhos notáveis." Trouxe-a" do blog plan(o)alto II (está ali na berma do Lugarejo).
É israelita! Muito boa, mesmo!
Beijo e obrigada, e, espera pouco, porque, não tarda, vais ver aqui alguns dos teus Olhares.




Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Outros Lugarejos



A-manh-ser
adesenhar
Ao Sabor do Vento

Branco e Preto II
By The Canon Viewfinder

Claras Em Castelo
Claras Manhãs
(A) Clareira
Codornizes
Chris

Da Condição Humana
Dias Desiguais
Doce Modo de Olhar a Vida

Entre Tempos Que Se Tecem
EREMITÉRIO
Estórias de Bicharocos e Bicharada
Estrada de Santiago
(O) espaço azul entre as nuvens
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia Vivendo em Coma

Golden Oldies

Humores

Ilha dos mutuns
(In)Perfeições
Intemporal
It’s going to be, hold it, legendary

(O) jardim e a casa

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Microargumentos
Migalhas
Ministério da Soltura

Na Linha das Linhas
noVI TÁ
Nuno de Sousa

Outros Olhares

Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Plan(o)Alto II
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
poetaeusou...
Poetizando a essência de mim

Reflexões Caseiras
(O)Repórter Alentejano
Revelações...Avulsas

Sal p!car te
Sidadania
Silêncios da Minha Alma

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Um olhar sobre...
Uma Nova Cubata

Velas ao Vento
(O) Vento Contra a Cara
Vida de Casado

Webclub
Words


Lugarejos que me encantam



Comércio e Tradição
Fotolog de Ana Rita Pinto

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds