Domingo, 16 de Novembro de 2008

 

 

Espera encostada na soleira da véspera da bonança olhando o alaranjado que lhe dará a calma de que precisa para escolher as cores com que vai bordar todo aquele sonho que tem que traz consigo. Redundará então na certeza de se sentir feliz!




Imagem de © Jonathan Blair / CORBIS

 

Não encobre o rosto

mesmo que aguarelado esteja

de pinceladas de lágrima.

Maquilha com elas

a vontade,

delineando com um risco leve,

com um quase fio de sedução,

o olhar,

guardião de ternas expressões.

Fecha os olhos

plena de comoção,

antecipando o prazer baluarte:

esvoaçar num céu imenso,

azul

tão azul!

 



publicado por Cris às 17:41 | link do post | comentar | favorito

14 comentários:
De Helena Paixão a 1 de Dezembro de 2008 às 19:44
"esvoaçar num céu imenso,
azul
tão azul!"

E sentir a liberdade de ser e existir.

Lindissimo texto!


De Cris a 1 de Dezembro de 2008 às 22:20
voar, sentir aquela brisa azul, e ir...
é isso, Helena, "sentir a liberdade de ser e existir.
beijo


De Cristina Mestre a 30 de Novembro de 2008 às 20:22
Gosto de passar por este blog e hoje decidi atribuir-lhe um prémio ligado à fotografia... por isso vai ao meu blog e diverte-te :-)


De Cris a 1 de Dezembro de 2008 às 17:01
tenho andado afastada do blog. fico contente que gostes de por aqui lugarejar :) obrigada. vou escolher uma foto do portfólio da minha mais "pequena". a foto que escolheste é tão ternurenta!
Mil beijos, xará, e, continuação dum bom feriado p ti e os teus


De M a 25 de Novembro de 2008 às 14:37
Muito te agradeço as palavras amáveis que me deixaste no RC. Aquele jogo é mesmo muito estimulante e com ele me divirto.
Este teu blog é muito bonito. Voltarei sempre que puder.


De Cris a 1 de Dezembro de 2008 às 16:55
obrigada, M. és sempre bem vinda. beijo e bom feriado


De LB a 20 de Novembro de 2008 às 19:14
E que bom será esvoaçar nesse imenso azul tão azul...!

Beijinho


De Cris a 20 de Novembro de 2008 às 21:53
Voar ao sabor duma boa corrente, parafraseando a Minucha.
Beijo, Luis


De Claras Manhãs a 18 de Novembro de 2008 às 18:15
Ora bem!
É mesmo assim e o Azul tão Azul vai ajudar.
Gostei muito, lindona.

beijinho


De Cris a 20 de Novembro de 2008 às 21:52
Vai sim!
Beijo


De Daniel Aladiah a 17 de Novembro de 2008 às 00:14
Querida Cris
[...] olhando-se ao espelho, pensa: "sou tão linda e não deixarei de ser feliz..."
Um beijo
Daniel


De Cris a 17 de Novembro de 2008 às 20:08
Daniel, meu Amigo,
é isso mesmo!

Obrigada!

Beijito


De Fatyly a 16 de Novembro de 2008 às 21:03
o olhar, guardião de ternas expressões...azul tão azul!

a melhor forma de enfrentarmos com garra aquilo a que todos chamamos: vontade de VIVER.

Lindissimo

Uma beijoca muito gordnha nessa tua carita laroca


De Cris a 17 de Novembro de 2008 às 20:07
Aprendo contigo, Mãezona, a minha "maga"...rs...
Nada como uma maquilhagem leve para nos fazer sentir melhor. E, estarmos bem connosco faz com que quem está à nossa volta se sinta bem, também, por isso, bem Haja cada uma das tuas palavras, cada um dos teus "abanões", Linda!

Adoro-te!


Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Outros Lugarejos



A-manh-ser
adesenhar
Ao Sabor do Vento

Branco e Preto II
By The Canon Viewfinder

Claras Em Castelo
Claras Manhãs
(A) Clareira
Codornizes
Chris

Da Condição Humana
Dias Desiguais
Doce Modo de Olhar a Vida

Entre Tempos Que Se Tecem
EREMITÉRIO
Estórias de Bicharocos e Bicharada
Estrada de Santiago
(O) espaço azul entre as nuvens
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia Vivendo em Coma

Golden Oldies

Humores

Ilha dos mutuns
(In)Perfeições
Intemporal
It’s going to be, hold it, legendary

(O) jardim e a casa

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Microargumentos
Migalhas
Ministério da Soltura

Na Linha das Linhas
noVI TÁ
Nuno de Sousa

Outros Olhares

Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Plan(o)Alto II
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
poetaeusou...
Poetizando a essência de mim

Reflexões Caseiras
(O)Repórter Alentejano
Revelações...Avulsas

Sal p!car te
Sidadania
Silêncios da Minha Alma

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Um olhar sobre...
Uma Nova Cubata

Velas ao Vento
(O) Vento Contra a Cara
Vida de Casado

Webclub
Words


Lugarejos que me encantam



Comércio e Tradição
Fotolog de Ana Rita Pinto

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds