Domingo, 1 de Março de 2009

 

 

 

 

 

 

 

 

...tão nossos!

 

 

 

Imagens de © Ana Rita Pinto



publicado por Cris às 14:32 | link do post | comentar | favorito

20 comentários:
De M a 6 de Março de 2009 às 12:46
Bonito post este! Lindas fotografias.


De Beatriz a 5 de Março de 2009 às 11:56
Tudo passa... esse momento ruim também vai passar!

E em breve, minha amiga, poderás ver a imensidão azul percorrida pelo Sol que nunca deixou de brilhar.

Fica minha força comungada com a tua, levando meu carinho a todos que cercam essa pessoa de tanta Luz que é tua Mãezinha.

Um beijo da tua
Calunguinha


De LORENZO MONSANTO a 5 de Março de 2009 às 09:36
Numa só palavra: Cumplicidade.


De Beatriz a 4 de Março de 2009 às 12:12
Passando para agradecer a hortênsia azul... tão linda! Ambas! Tanto ela quanto a dona do jardim, essa senhorinha tão meiga a quem sempre dedicas poemas tão expressivamente belos!

Pela hortênsia azul, fica meu beijo! Pelo carinho, fica uma ternura imensa falando do desejo de um dia lindo, tão lindo quanto esse teu coração que faz emanar palavras tão doces, manifestações tão puras!

Da tua
Calunguinha


De Cris a 4 de Março de 2009 às 19:34
Não era para agradecer, Amiga. Foi-te oferecida com carinho. Perdoa não me alongar mas estou muito preocupada com a "Senhorita", aliás, todos estamos. Nem sempre há sol a brilhar e temos que ver como a animar.
Ter Fé que tudo se vai resolver.
Beijo, Calunguinha, e, boa poesia, lá no teu sítio bonito.


De Beatriz a 2 de Março de 2009 às 14:18
O rio e as árvores da tua FANTASIA AZUL... estou falando:

Dum rio que a seu lado se deitou,
E daquelas árvores,
Quais lavradeiras,
Que depois da lida
Se sentam e conversam,
Tão bonitas,
Tão trigueiras.

parecem conviver com os elementos que coloriram:

a imagem de nós dois a passear por uma margem enfeitada com o riso de uma natureza em cores, que se harmoniza no compasso deste rio que faz festa por onde passa e guia nossos passos ao som de uma alegre canção de amor,

O rio da tua imaginação já havia me seduzido com o TEU PÓ DE ESTRELAS num dos MOMENTS mais bonitos da tua Poesia, e agora chegas trazendo TEUS OLHARES (tão teus!) em expressivas fotos, como a nos dizer que o tudo deve (e pode) se expressar em tão pouco...

Minha doce Cris, passear nos teus versos é como permitir que a alma se embriague de ternura na fonte da tua Poesia.

Deixo uma orquídea lilás perfumando um beijo que deposito com carinho no teu coração.


De Cris a 3 de Março de 2009 às 00:40
Calunguinha,
Emociono-me com uma paisagem bonita, algo tão simples como a água do rio a correr.

Fui ao teu Sítio tão bonito.
E é um mesmo rio que corre, que refresca, apazigua.
Por ali me encantei, por ali me perdi, por ali me fui ficando...

Deixa sim que : "hoje apenas te enfeitem
com as pedras coloridas
que reluzem daquele olhar
a cada sonho revelado..."
e
"que não te assuste ver a felicidade
chegar de repente sem nenhum aviso,
de forma tão plena..."
Finge "que te faz fugir
para um cantinho secreto dentro de ti..."
e sê feliz, Amiga.
Há lá sentimento mais nobre do que o amor verdadeiro?

Meu beijo doce e a ousadia de ter pegado nas tuas palavras para te responder como mereces, Linda!





De Nuno de Sousa a 2 de Março de 2009 às 13:42
Bem Cris, como tu sabes partilhar o que gostas e olha que mal faz a Ana não ter um espaço dela, com um olhar assim, fotos de grande qualidade já devia ter um, espero que dentro em breve ela tenho um para lá poder ir comentar... força Ana.
Bjs em ti Cris e uma boa semana,
Nuno


De Cris a 3 de Março de 2009 às 00:45
Nuno, e disse a Pickles:
-Achas, mãe? Ainda tenho que "andar muito para lhes chegar aos calcanhares..."
Eu disse-te que o livro "Reflexos de Emoções foi "descaradamente" levado daqui para a mesinha de cabeceira dela, não disse?
Mais um tempinho e ela cria um espaço dela, vais ver.

Obrigada e é dela hoje o beijo para ti, para vós porque ela adora os vossos trabalhos



De Nuno de Sousa a 4 de Março de 2009 às 00:08
Ahhh percebi... Fragmentos de Emoções ok assim está melhor, ai sim ela levou foi, fez ela bem, tenho aqui mai suns para vender :-) ehheheheh, tou a brincar.
Mas ela tem jeito, e gostava mesmo de ver um blog dela e porque não começar a colocar fotos no site: fotogenicos.net, sabes é assim que se aprende e evolui e ela tem isso tudo, só tem de perder o medo e expor as suas belas imgens por ai...
Alguma coisa estou sempre por aqui, é só me escrever ok

Bjs a ambas,
Nuno de Sousa


De Cris a 4 de Março de 2009 às 19:30
Sou mesmo despistada, Nuno. Estava aqui com um outro livro e quando dei por ela vi que já tinha metido "água". Claro que é "Fragmentos de Emoção" e não "reflexos" ... "Reflexos dum Olhar" é o nome dum outro livro...que nada tem a ver com fotografia.
Sorry. Mas tu percebeste, claro.
Vou falar na tua sugestão à Ana Rita. Pode ser que assim ela perca a timidez e comece a colocar os trabalhos dela lá.
Tem fotos óptimas! Mania dela que ainda não é a hora...

Tudo de bom e obrigada.
Beijitos à tua Paixão.


De Cris a 1 de Março de 2009 às 22:47
Ainda não a convencemos a criar o espaço dela e já tem tantos olhares tão bonitos!
Vou pondo aqui alguns porque sei que ela vem ver/ler os V/ comentários :)

Obrigada,
Boa semana para todos


De Maris a 1 de Março de 2009 às 21:56
Salvé olhares...vossos....partilhados...com os nossos...
tão nossos, eternamente....
sempre,
Mariz


De Cris a 3 de Março de 2009 às 00:52
Maria,
Não são tão bonitos os olhares dela?
Obrigada, Linda. A nossa"pikena" srsr... ainda não tem fotolog e de quando em vez tenho a "sorte" que ela me deixe por aqui as fotos que vai tirando.

Beijitos dela, meus, nossos, para ti





De Fatyly a 1 de Março de 2009 às 20:29
Que maravilha de fotos.....e com tanta originalidade. ADOREIIIII:)

Beijocas fiota


De Cris a 3 de Março de 2009 às 00:54
Mãezona,

A tua neta tem jeito, já viste? Pena que só de quando em vez me deixe mostrar as fotos dela ;)

Beijitos muitos para ti.


De Paulo Mello a 1 de Março de 2009 às 17:01
Cris, dizes tanto mesmo quando se expressa em tão poucas palavras. As imagens falam por si.

Passeando por aqui neste domingo de curtir preguiça... e saudade (risos).

Como estou naquela fase de "roubar" poemas, por não saber como dizer o "indizível", deixo aqui para ti este poema do Araújo Jorge, um dos nossos poetas (já falecido), mas que tanto sucesso fez/faz entre os apaixonados.

Aqui está:

"EXPLICAÇÃO

Só isso: trouxeste sol e calor
quando fazia frio...
Agora, de novo
alguém para se querer
para se chamar
de querida.

Só isso: trouxeste uma flor
e fizeste crescer e desabrochar
neste ramo vazio
que era minha vida."

Receba também um afetuoso abraço nos sinceros cumprimentos que aqui deixo,
PMello






De Cris a 3 de Março de 2009 às 01:00
Paulo,
Um poema lindíssimo. Vou procurar mais poemas desse autor.
Obrigada e um abraço para ti, para o teu filhote.


Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Outros Lugarejos



A-manh-ser
adesenhar
Ao Sabor do Vento

Branco e Preto II
By The Canon Viewfinder

Claras Em Castelo
Claras Manhãs
(A) Clareira
Codornizes
Chris

Da Condição Humana
Dias Desiguais
Doce Modo de Olhar a Vida

Entre Tempos Que Se Tecem
EREMITÉRIO
Estórias de Bicharocos e Bicharada
Estrada de Santiago
(O) espaço azul entre as nuvens
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia Vivendo em Coma

Golden Oldies

Humores

Ilha dos mutuns
(In)Perfeições
Intemporal
It’s going to be, hold it, legendary

(O) jardim e a casa

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Microargumentos
Migalhas
Ministério da Soltura

Na Linha das Linhas
noVI TÁ
Nuno de Sousa

Outros Olhares

Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Plan(o)Alto II
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
poetaeusou...
Poetizando a essência de mim

Reflexões Caseiras
(O)Repórter Alentejano
Revelações...Avulsas

Sal p!car te
Sidadania
Silêncios da Minha Alma

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Um olhar sobre...
Uma Nova Cubata

Velas ao Vento
(O) Vento Contra a Cara
Vida de Casado

Webclub
Words


Lugarejos que me encantam



Comércio e Tradição
Fotolog de Ana Rita Pinto

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds