Sexta-feira, 6 de Março de 2009

 

 

Leve o tempo.

Inquebráveis as palavras.

 

 

 

Fotografia de  © Inna Merkish

 

 

Vidradas
Leves

Doces.
 

Rodeavam ombros
Agarravam cinturas
Habitavam mãos

Tocavam bocas
Delineavam olhares.

Tomavam a forma de colar
Embelezando desejos
Como pérolas.



publicado por Cris às 00:41 | link do post | comentar | favorito

23 comentários:
De crismestre a 23 de Março de 2009 às 23:55
Esta foto é muito bonita e o poema também.
Fiquei encantada


De Adrian LaRoque a 12 de Março de 2009 às 00:42
Lindo Cris...adorei!


De LORENZO MONSANTO a 9 de Março de 2009 às 16:48
Ou um pequeno colar de palavras. Pérolas podem ser palavras. Mas há palavras que também são pérolas...



De Cris a 9 de Março de 2009 às 20:25
Tenho um poeta que "amo" por demais!
Cuidava das palavras com tal mestria, com tal cuidado que era impossível (ainda é, pois que não me canso de o ler, ouvir) ficar indiferente.
Falo-te de Eugénio de Andrade, de toda a obra sublime que temos dele, que guardo com o maior dos carinhos!
Experimenta ouvi-lo e depois diz se é ou não umPoeta de mãos tão cheias de pérolas que são palavras ou de palavras que transforma em pérolas.

Beijo, Lourenzo, que te estás a tornar num dos meus cronistas favoritos ;)




De Helena Paixão a 9 de Março de 2009 às 14:57
As pérolas são preciosidades… assim são os teus textos e poemas.

Bjoquitas


De Cris a 9 de Março de 2009 às 20:27
Deixas-me sempre sem saber que te dizer, Lena :)
Mas, quando te vou "ver", vejo como sou tão "pequenita".
Cada imagem tua vale um poema, por si só.
Obrigada e beijitos para ti também, Paixão da Bicharada ;)



De Paulo Mello a 9 de Março de 2009 às 02:21
Aqui no Brasil são exatamente 23h07min, portanto ainda há tempo para cumprimentar-te pelo Dia Internacional da Mulher. É apenas um registro, pois admirar-te como tal, já o faço de há muito, bem sabes. Porém, não poderia deixar de trazer-te meu afetuoso abraço de uma forma especial, e o faço agora, com o maior respeito. Ouso também deixar-te uma rosa perfumada, e não me acanho de dizer que a roubei do bouquet que levei para a minha amada, junto do colar de pérolas... idéia que roubei de ti, te lembras? (risos)

Pois é, minha boa amiga, estou chegando da sua cidade agora, onde fui fazer uma surpresa, pois ela não me esperava e nem desconfiava de que eu iria. Eu, que sempre estou procurando motivos para visitá-la, não poderia deixar de fazê-lo nesta dia onde se comemora internacionalmente a mulher. E ela, sendo a MULHER da minha vida, merece tudo de melhor que eu puder fazer, inclusive a loucura de pegar uma ponte aérea em tão pouco tempo, apenas para ver a sua expressão de alegria e espanto.

Pois é assim mesmo, Cris, continuo o mesmo menino de antes fazendo travessuras. De vez em quando levo alguns puxões de orelha, mas o que fazer? Tento seguir um conselho que me destes num dos comentários anteriores, para que eu fosse com calma, mas sou muito impulsivo e quando dou por mim já fiz uma extravagância danada.

Bem Cris, desejo que tua vida tome sempre o caminho da ALEGRIA, junto aos teus familiares amados.

Receba mais um abraço afetuoso do amigo,
PMello


De Cris a 9 de Março de 2009 às 21:18
Ai, Paulo, gosto de te "ver" assim, feliz! E gosto de ver a Calunguinha a rir-se enquanto olha esse menino travesso que há em ti e que lhe faz (estou certa) tão bem! Longe o tempo da lágrima, Amigo. Aproveitem esse bem-haja que os dias felizes vos dão.
Daqui, deste lado do mar, fico a imagimar como se devem sentir tão bem, juntos!
Vês que nada é impossível?

Um abraço para ti e um outro para o teu filhote que só pode sentir-se super bem por ver o paizão assim, menino, como ele :)

Vossa,
Cris


De Adrian LaRoque a 9 de Março de 2009 às 02:13
Belas estas palavras Cris, adorei!


De Cris a 9 de Março de 2009 às 21:19
Por tudo de bonito que elas desvendam , também gostei tanto, Adrian.
Abraço Amigo.


De Maris a 8 de Março de 2009 às 08:55
Salvé!

Venho informar que foi inaugurado hoje mais um blog meu - mesmo inacabado mas ainda não dormi para que fosse no di de hoje mostrado ao público apenas com 1 informação - mas quando estiver terminado, visa dar a conhecer o que necessário for, para ajudar o Planeta e também o nosso próximo; por isso lhe chamei "Ajuda e Divulgação".Lá, está visível uma prenda e um beijo, para todas, neste DIA ESPECIAL.
Seguidamente - e basta clikar no blog "ÓSCARES" tmabém lá referido - está já preparada uma homenagem, onde o prémio "MULHER 2009" espera a visita das que de uma forma mais assídua ou "en passant", vêm acompanhando o blog oficial "SOU PÒ E LUZ"! - Neste também existe um mimo para todas.
Espero que gostes!

Abraço meu
e um beijo terno
sempre...
Mariz


De Cris a 8 de Março de 2009 às 15:39
Não sei o que se passa com alguns blogs (ou será com o meu computador, já não sei, mesmo).
Comentei o teu post, ontem. Quando fui lá, há pouco, vi que não havia qqr comentário meu :( Estão os de tantos mas o meu não ficou.
Já fui ver o "Ajude e Participe" mas, nem a "caixa de comentários" consigo que se abra.

Voltei aqui na expectativa que o venhas ler.

Vou pedir ao meu sobrinho que cá venha tratar do pc.
Enquanto não vem, deixo aqui um beijo amigo e a certeza de que te li e que te pedi (lá, mas o comentário não ficou no blog) que voltasses a colocar aqueles dois Poemas Belos que tens, tu sabes quais!

Um dia muito calmo para ti e vê se te cuidas, se descansas.
Mesmo "inacabado" está um encanto, o novo espaço.
Já tomei nota do dia 28 :)

Agora vou para saborear com as filhotas deste sol quentinho.





De mariz a 7 de Março de 2009 às 20:03
Cris

As palavras quebram-se quando não servem de porta-voz do coração.
Nada é inquebrável nele...porque não existem corações partidos; mas sim, o uso deturpado - e cada um á sua maneira - como se quer/pretende que assim seja.

E pérolas...são apenas belas para enfeitar...
Muito sinceramente, não gostaria de me assemelhar ou ser recordada como uma delas...pois com o tempo, amarelecem e uma pérola...não tem brilho.

Gostaria isso sim, ser como o cristal ou diamante...porque espalham ou espelham-se na luz refractando-a em mil côres.
Que te projectes aí...

Sempre...
Mariz


De Cris a 8 de Março de 2009 às 15:21
Maria,
Permite explicar:
"Este" colar de pérolas(palavras) não amareleceu nunca.
Foi dado com todo o Amor, num tempo Leve,e, é, e, vai ser Sempre, Inquebrável!
Está guardado num Coração Lindo, Doce, e , de cada vez vez que se abre, brilham tanto as palavras (pérolas), mas tanto!
Não calculas como nos emocionamos quando a ouvimos partilhar connosco, cada uma delas.
Por isso, Amiga, não amarelecem, não!
Beijo Amigo.

Cris




De Mariz a 8 de Março de 2009 às 17:49
Cris querida

É o que tem estes poemas soltos como pérolas que se desmancham mas há sempre alguém com paciência para as voltar a colocar no fio do colar.
Falei num sentido lado, qual pessoa amiga que em receio que a outra se não machuque. Mas afinal enganei-me de novo...como não te sinto a 100% fico logo em "alerta vermelho" pensando o que quererás dizer e se estarás a viver ilusoriamente....afinal não! entendi tudo.
Vê lá que tivemos transmissão de pensamentos.
Já tinha pensado: a Cris não me veio ver...nem disse nada...desgostou-se de me comentar...mas eu não vou fazer a mesma coisa...
afinal, já lá tinha ido. Não sei de facto o que está na razão de não conseguires entrar...a minha página aqui rola bem...
Fui 1 a 1 escrever que tinham um Òscar no blog respectivo e uma prendinha no inaugural...só a Luna escreveu - a Multiolhares. Já me caíu aqui uma lagrimita,porque em toda a minha vida, foi assim. Fazia grandes surpresas ás pessoas - familiares e amigos - agora como estou impossibilitada, só tenho esta máquina mas o esforço é o mesmo - pelo empenhamento dedicação etc. enfim...acho que é doação, é inato..julgo. Pois olha que nunca ninguém me fez alguma surpresa destas ou outras...nem em aniversários, nem noutras ocasiões. -até nas prendas...coloco sempre um cunho pessoal - este ano no Natal nas grandes fitas no nó,coloquei alfazema que cresceu imenso no maxi-canteiro. Ninguém me ligou nem a agradecer ou a fazer alusão á planta. Nada! E Bom Natal e Fim de ano é por mensagem...eu não gosto de salamaleques, mas nem para me darem "amens", ou retribuições, mas ao menos gostava de ouvir se gostaram...achas que isto para o céu é peneirice ou egoismo...eu nem tenho tido nada em troca...o lha estar aqui no silêncio sem aturar vizinhos e ter uma casinha e não passar fome como muitos já é de levantar as mãos ao céu. Mas pronto, foste tu, a Luna e a Beatriz que me deixaram uma porta aberta onde o sol entrou...porque ela está sempre encostada...pode sempre entrar alguém sem avisar...e eu estou sempre aqui para acudir a quem necessitar.
Espero é que não me falem/escrevam por parábolas - srsrsr

Beijinhos meus querida e grata a ti Envio-te um anel, e uns brincos com pérolas e diamantes...está bem assim?

Sempre...
MAriz


Em finais de Março, quando fizer então 1 ano faço-te a vontade...embora eu não goste de repetir nada que escrevo.


De mariz a 8 de Março de 2009 às 17:54
errata: sentido "lato" do termo!
E se calhar outras tantas "erratas" que devem estar por aí porque a letra é de tal forma minúscula e eu escrevo tão depressa que acabo sempre por passar por trapalhona.
Abracinho e vivaaaaaa, tu,! mais as filhotas!! mais a mãe!!!e eu!...todaaaaaaassss! éeeeeee! palmas!!!! Vivaaaa!

Beijinhos
Mariz


De Paulo Mello a 7 de Março de 2009 às 18:14
Cris, minha boa amiga, desculpe o materialismo da interpretação ao teu poema, mas preciso dizer-te que, lendo-o, veio-me à mente a resposta para uma inquietante indagação que me tenho feito ao longo da semana: que presente levar para minha amada na próxima visita que hei de fazer? Ao ver esta postagem, tive a resposta: um colar de pérolas (risos).
Sei que ela possui muitas jóias e que não lhes dá o valor que possuem (financeiro), mas sim, o sentimental, mas gosto de presenteá-la não só com jóias, Cris, mas também com flores e bombons. A mim parece que as mulheres curtem muito este tipo de agrado, apesar de já tê-la presenteado com outras jóias, mesmo sabendo que ela (minha amada) dá muito mais valor às pequeninas coisas do que uma jóia, por exemplo, devo dizer que tu, Cris, involuntariamente ajudaste-me a resolver a questão da minha próxima viagem (risos).

Desejo-te, amiga, junto aos teus, um final de semana bem tranquilo e cheio de Paz.

Receba o abraço afetuoso, junto dos cumprimentos de sempre,
PMello


De Oui C'est Moi a 6 de Março de 2009 às 21:37
O brilho nacarado só se mantêm enquanto há luz. Quando esta se apaga não passam de esferas. :) Que a luz ilumine sempre as tuas "pérolas".

Bj


De Cris a 9 de Março de 2009 às 21:21
Naquelas palavras(pérolas) há sempre luz, Amiga :)
Beijo.
Bom ver-te por aqui tal como eu gosto de te ir ver, lá, no teu espaço.



Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Outros Lugarejos



A-manh-ser
adesenhar
Ao Sabor do Vento

Branco e Preto II
By The Canon Viewfinder

Claras Em Castelo
Claras Manhãs
(A) Clareira
Codornizes
Chris

Da Condição Humana
Dias Desiguais
Doce Modo de Olhar a Vida

Entre Tempos Que Se Tecem
EREMITÉRIO
Estórias de Bicharocos e Bicharada
Estrada de Santiago
(O) espaço azul entre as nuvens
Estúdio Raposa-Luís Gaspar

Flávia Vivendo em Coma

Golden Oldies

Humores

Ilha dos mutuns
(In)Perfeições
Intemporal
It’s going to be, hold it, legendary

(O) jardim e a casa

Madrugadas de Volúpia
Mar de Sonhos
Menina Marota
Microargumentos
Migalhas
Ministério da Soltura

Na Linha das Linhas
noVI TÁ
Nuno de Sousa

Outros Olhares

Palavras da {{coral}}
Palavras em Desalinho
Partilhas
Plan(o)Alto II
Poemas de Amor e Dor
Poesia Portuguesa
poetaeusou...
Poetizando a essência de mim

Reflexões Caseiras
(O)Repórter Alentejano
Revelações...Avulsas

Sal p!car te
Sidadania
Silêncios da Minha Alma

Traços e Letras
Truca-Luis Gaspar

Um olhar sobre...
Uma Nova Cubata

Velas ao Vento
(O) Vento Contra a Cara
Vida de Casado

Webclub
Words


Lugarejos que me encantam



Comércio e Tradição
Fotolog de Ana Rita Pinto

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds