De Fernanda Paredes a 21 de Julho de 2009 às 19:42
Que poema maravilhoso!! Eu tiro o meu chapéu a essa carga de sensibilidade, adoro! Como sinto a  saudade a rondar a sua escrita  lembrei-me do meu Eugénio de Andrade e a si dedico este belo poema.
 
Devias estar aqui rente aos meus lábios
para dividir contigo esta amargura
dos meus dias partidos um a um
 
-Eu vi a terra limpa no teu rosto,
 Só no teu rosto e nunca em mais nenhum.
 
 
Eu peço desculpa por não pedir autorização para usar uma parte do seu trabalho do Minho! Quando li o do Ricardo, lembrei-me logo do seu...já vi que não se incomodou! Beijos


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:40
Acertaste em cheio no meu Poeta! Eugénio de Andrade é e será sempre alguém muito especial para mim, por tudo!

Obrigada por me teres "mostrado" aquele blog.
Aquele senhor escreve lindamente.

Mil beijos para ti, Fernandinha e continua com aqueles teus milhões de olhares bonitos, sempre.


De Fernanda Paredes a 21 de Julho de 2009 às 22:51
Deixa que te diga mas o João Ricardo não é senhor, é da idade da minha filha, 30 verdes anos!:)) Um rapaz novo mas especial e muito inteligente. Vais gostar de o ler. Beijos


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 23:38
Upssss!!!! Fernandinha, eu pensei, pelo comentário que ele pôs, acho que foi uma resposta, que era mais velho.
Ele não se zangará por certo :)). Digo-te, foi uma agradável surpresa encontrar teres-me mostrado aquele blog. Achas mesmo que eu iria aborrecer-me por teres lá posto um texto meu? Foi óptimo porque foi a forma de eu conhecer um espaço onde se cuida tão bem a palavra.
Já agora fica a sugestão dum outro blog, está aqui ao lado, nos links: Estrada de Santiago. Vai espreitar e diz-me o que achaste. Diferente, muito diferente dos Dias Desiguais mas, se gostas dum toque de surrealismo, vais adorar aquele espaço.
E agora vou ver se tens fotos novas :)))


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.