Segunda-feira, 13 de Julho de 2009

 

 

"Amor, cuántos caminos hasta llegar a un beso,

qué soledad errante hasta tu compañía!"

 

Pablo Neruda

 

 

 
 
Fotografia de © Rosalie Denik
 

 

 

 

Os olhos choraram
Enchendo o rio
Mas as mãos,
Moldaram-se num tálamo
De alguma água
Daquele que como um trilho,

Continuava correndo,

Buscando o mar…

Os olhos já não choram,
Mas as mãos?

Ah, como os olham agora,

Como que guardando
O esboço de um sorriso,
Espécie de peixe
Em vias de extinção
Que saltou
Para o pedaço de água,
Afluente do rio,
Que as mãos retiveram
Deixando que o caudal
Continuasse a sua incessante busca.

Os olhos já secaram,
Mas as mãos?
Que lugar!

São transparentes,
Cristalinas,

Guardiãs de bem quereres!

Os olhos estão já calmos,
Mas as mãos,
São viveiros!
E o rio?
Chegou ao destino,

O início

E ao renascer, ali,

Onde as mãos o esperavam

Vai banhar-se,
Sentir o frescor salgado do mar,

Todo a brisa marinha,

Qual beijo.
 
As mãos?

Abrir-se-ão em concha,

E formarão,
Rodeadas por ele,

O mais gracioso areal!

 

 

 



publicado por Cris às 00:15 | link do post | comentar | favorito

17 comentários:
De Cris a 21 de Julho de 2009 às 22:40
Acertaste em cheio no meu Poeta! Eugénio de Andrade é e será sempre alguém muito especial para mim, por tudo!

Obrigada por me teres "mostrado" aquele blog.
Aquele senhor escreve lindamente.

Mil beijos para ti, Fernandinha e continua com aqueles teus milhões de olhares bonitos, sempre.


De Fernanda Paredes a 21 de Julho de 2009 às 22:51
Deixa que te diga mas o João Ricardo não é senhor, é da idade da minha filha, 30 verdes anos!:)) Um rapaz novo mas especial e muito inteligente. Vais gostar de o ler. Beijos


De Cris a 21 de Julho de 2009 às 23:38
Upssss!!!! Fernandinha, eu pensei, pelo comentário que ele pôs, acho que foi uma resposta, que era mais velho.
Ele não se zangará por certo :)). Digo-te, foi uma agradável surpresa encontrar teres-me mostrado aquele blog. Achas mesmo que eu iria aborrecer-me por teres lá posto um texto meu? Foi óptimo porque foi a forma de eu conhecer um espaço onde se cuida tão bem a palavra.
Já agora fica a sugestão dum outro blog, está aqui ao lado, nos links: Estrada de Santiago. Vai espreitar e diz-me o que achaste. Diferente, muito diferente dos Dias Desiguais mas, se gostas dum toque de surrealismo, vais adorar aquele espaço.
E agora vou ver se tens fotos novas :)))


Comentar post





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds