Segunda-feira, 13 de Outubro de 2008

 

 

 

Não deixamos cair Outonos
Sobre as mãos
Nem adiamos Estios
Quando estamos juntos.

 

Acerco-me da maior janela,
Para desfrutar da mais bela paisagem,
A realidade a perder de vista...

 
 

Enquanto te procuro,
Ouço a voz,
O tilintar do orvalho sobre os pastos,
O canto das flores, em correrias,
Cabriolando sobre carreiros verdes...

 
 

Quando te vejo,
Ainda com o aroma do acordar nos ombros,
Estendo os meus olhos,
Até te alcançar os passos,
Até te tocar de leve,
Até te acompanhar,
Sentindo a frescura beliscar leve as nossas frontes...

 
 

E, quando já de volta,
Me dás o braço
Trazendo ramos de satisfação
Que vens pôr,
Como serenatas,
Debaixo da nossa janela,

Não deixamos cair Outonos,
Nem adiamos Estios,
Apenas nos sentamos,
Calmos,
Em bancos de Primaveras!



publicado por Cris às 01:04 | link do post | comentar | favorito





mais sobre mim
Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Artigos recentes

 


...

Bonança

Ti'Mariquinhas, mãos chei...

Infinito

...

...

Viagem

Serenidade

Triste Forma de Amar

Não deixes de nos olhar

Arquivo

 

Dezembro 2009

Outubro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Anúncios grátis
blogs SAPO
subscrever feeds