10 comentários:
De Claras Manhãs a 21 de Janeiro de 2009 às 00:48
Que imagem bonita a de colher pôr de sois, que espalhas pela noite.
semear brilhos é tão importante!
Obrigado por eles, querida

beijinho


De Cris a 21 de Janeiro de 2009 às 01:20
Tal como tu, Marta, com essa tua tão terna forma de semear "claras manhãs".
Obrigada eu **


De Paulo - Intemporal a 20 de Janeiro de 2009 às 21:30
É tão bom estar aqui a olhar[-TE] enquanto lá fora o frio se acomete como um rochedo. Permanente.

Esta música. Esta música.

________________________________________ [.]

Deixa-me mais um pouquinho. Deixa.

[Tenho estado por aqui. Saúdo-TE pelo post que dedicaste à Fatyly. Feliz. Muito. Por isso]

Gótobuédetimiga.

:)


De Cris a 20 de Janeiro de 2009 às 22:57
É tão bonita esta música, não é?
Ivan Lins é delicioso de se ouvir.
Cada música leva-nos ao sabor de tanta coisa boa!
Bom ver-te por cá.
Beijo amigo.


De mariz a 18 de Janeiro de 2009 às 23:23
Estranho-te...
por onde andas?...
por onde passas que só te lembras de ti..?!
O mundo não és tu...
O mundo não são só os que te amam
São também os que desconheces e sofrem...
Por onde andas que tão te voltas para o que se faz por todos?
Onde te alimentas?
Onde serves?
Onde se espairam as tuas ondas?
Onde ficaste e onde não permaneceste?
Por onde andas?
Que não TE vês?!


Sempre...
MAriz


De Cris a 20 de Janeiro de 2009 às 22:53

Que de tudo de menos bom saibamos retirar o mais belo e que tudo o resto seja passado.
Que se retenha a doçura do momento do sorriso.
Beijo amigo


De Fatyly a 18 de Janeiro de 2009 às 15:59
A tristeza roçando "as margens multicolores do teu silêncio", sem desistires de colheres "pôr de sois" e chorando fizeste uma bela composição poética...o espelho da tua alma.
Lindissimo, tocante e profundo e como suspirei!
Força fiota e esta música é linda, mas tu ainda és mais linda por dentro e por fora.

Beijo meu/nossos


De Cris a 20 de Janeiro de 2009 às 20:53
Somos lindos, todos, Fatyly e quanto! :))))
Beijos mil para ti e a tua prole e bola para a frente ignorando o que não nos faz falta, por daninho ;)
Saboreia esta canção, uma das muitas que o Ivan Lins tem e que eu adoro por demais.


De Paulo Mello a 18 de Janeiro de 2009 às 12:32
Cris, esta música faz parte das minhas preferências dentre as interpretadas pelo Ivan Lins. Ouvi-la aqui, neste domingo meio chuvoso, trouxe-me uma certa nostalgia.

Há tristeza no teu poema, um recheio de lembranças que tu transformas em pôr de sóis e espalhas pela noite... quantos corações apaixonados devem ter feito promessas "ao som do brilho dos pôr de sóis" que tu espalhaste pelas noites a fora? Acredito que muitos!

Tive a curiosidade de ver o outro blog que indicas no teu Perfil, mas só encontrei um esboço. Estás preparando um segundo blog intitulado: "Repara que já é manhã"? O título é genial e por ele dá-nos a entender que será também um belo espaço.

Bem Cris, entrei também para desejar a ti e todos os teus uma semana de muito sucesso. Estou indo curtir um almoço fora com meu filhote (9 anos, um garoto que só me dá alegrias) tentando afogar um pouco da saudade que habita a maior parte do meu peito...

Meu abraço em respeitosos cumprimentos, e o desejo de que um lindo pôr do sol esteja sempre iluminando o teu olhar.
PMello


De Cris a 20 de Janeiro de 2009 às 20:49
Não há tristeza, Paulo. Há sim um sorrir, ouvindo esta canção tão bela do Ivan Lins!
Traz-me momentos lindos, límpidos.
Aquele blog é mesmo um esquisso. O título é duma canção de ninar que meu avô materno cantava, quando rapaz novo. Quando eu era garotinha, ouvia-a muito e adorava, cantada pela minha mãe.
Por enquanto é por este lugarejo que vou passeando e sabe bem ouvir-te dizer que gostas de por aqui passear também.
Que tenha sido bom esse almoço com o teu filhote.
Abraço amigo.



Comentar post