18 comentários:
De Helena Paixão a 12 de Fevereiro de 2009 às 21:58
Ao ler este teu sublime texto voltei a ser menina, quando lia histórias de fantasia em que o que era, não era, mas era!, e fazia a imaginação dar voltas mirabolantes na minha cabeça.
Resumindo, adorei!!!
Bjocas amiga.


De Fénix a 30 de Janeiro de 2009 às 21:32
Claro que sim. É um privilégio.


De Fénix a 30 de Janeiro de 2009 às 11:51
"...as conchas são borboletas com asas de madrepérola..." Adoro a surrealidade do texto, acompanhado por um "delicioso campo de trigo, papoilas e chicória."

;)


De Cris a 30 de Janeiro de 2009 às 22:59
Obrigada, Fénix :)
Deixar a imaginação ir até onde ela quiser é óptimo.
Soube-me tão bem escrever em 2002 como voltar a colocá-lo aqui, passado este tempo.
Vem sempre que te apeteça.
Beijo


De LORENZO MONSANTO a 29 de Janeiro de 2009 às 22:53
Back From the Dead...


"Olhai os lírios do campo..." Foi com isso que fiquei...


De Cris a 30 de Janeiro de 2009 às 22:41
:)
Não havia pensado nisso, Lorenzo.
Bom ver-te de volta com o "baú" a abarrotar!

Beijo e bom fim de semana


De Daniel Aladiah a 28 de Janeiro de 2009 às 17:00
Querida Cris
Poema que rima com natureza.
Um beijo
Daniel


De Cris a 30 de Janeiro de 2009 às 22:35
Daniel, meu querido,
Já escrevi isto há uns anos mas sempre gostei imenso deste texto.
Beijo e um fim de semana com um cheirinho a...campo de mar :)



De Paulo Mello a 27 de Janeiro de 2009 às 13:21
Cris, vim trazer uma notícia que bem sei há de te alegrar: a "Calunguinha" chega hoje ao Brasil onde estará se recuperando junto aos familiares e amigos.

Estou uma "manteiga derretida" de tanto que já chorei de felicidade.

Desejo-te um dia excelente junto aos teus e deixo meu abraço fraterno em respeitosos cumprimentos.

PMello


De Cris a 30 de Janeiro de 2009 às 22:33
Gostava imenso que me desses o contacto da Calunguinha, Paulo.
Imagino como estás feliz :) E a nossa menina, então?? Dá-lhe um grande beijinho meu e tal como te disse, vês que não tarda aquele momento menos bom é passado? Agora é andar para a frente, né? Claro que sim.
Tudo de bom para ti e os teus.



De mariz a 24 de Janeiro de 2009 às 06:00
Salvé Cris

Apenas para desejar bom fim semana e dizer que tens lá
2 prémios:

1º - Beautiul Blogger
2º Dardos
3º meu award - que não é prémio é uma recordação de algumas letras escritas e do que ficou por dizer.

Sempre
Mariz


De Cris a 24 de Janeiro de 2009 às 17:08
O melhor prémio é o teu abraço verdadeiro, *Mariz*.
Um campo de mar de sorrisos para ti.
Bom fim de semana, Amiga



De Claras Manhãs a 22 de Janeiro de 2009 às 17:09
Repete todos os que possas, se faz favor.
temos de conhecer todas estas belezas que guardas.

beijinho grande, Cris


De Cris a 22 de Janeiro de 2009 às 19:43
E tantos que, infelizmente perdi, Minucha :( Vou tentar recuperar alguns. É curioso ler o que há tanto tempo se escreveu.
Beijo e obrigada.


De Paulo Mello a 22 de Janeiro de 2009 às 11:20
Cris, que beleza de imagens tu soubeste criar para nos fazer sentir o mar como um campo... e indo mais além, com o campo pensando no mar... ficou tão bonito o que escreveste!

"Dormem os pescadores.
Descansa a faina...
Sonham que são lavradores..."

Que coisa mais bonita, Cris!

Fiquei aqui pensando com o que realmente sonharia teu coração em julho de 2002 para criar uma página tão poeticamente perfeita. Sonharias com o mar ou com o campo? Não importa, pois nos trouxeste ao olhar uma lembrança de tão grande porte. Muito obrigado por tê-la partilhado conosco.

Meus cumprimentos num afetuoso abraço,
PMello


De Cris a 22 de Janeiro de 2009 às 19:46
Gostei particularmente da música que é um Vira do Minho (tão típico da região onde vivo) aqui tocado pelo Quinteto de Jazz de Lisboa.

Gosto tanto do mar e gosto tanto do campo.
Deu vontade de ir procurar ao baú...

Abraço amigo, Paulo.


De Fatyly a 22 de Janeiro de 2009 às 10:59
Como foi bom reler esta magnífica prosa poética com um final soberbo.

Gostei muito de vir até aqui e só peca PELA LETRA TÃO PEQUININHA":))))))))

Uma beijoca da tua mãezona.


De Cris a 22 de Janeiro de 2009 às 19:49
Já está corrigido o tamanho, Linda. Bem me queria parecer que havia ficado pequena :)))
Tu conheces quase todos os meus textos, Mãezona. Havia sempre duas pessoas que eu adorava que fossem os primeiros a ler e, ainda gosto, claro que sim.
Mil beijos, Migota Mais Nita.


Comentar post